Idosos merecem atenção com novo coronavírus: veja cuidados

Idosos fazem parte do grupo de risco de pessoas que podem desenvolver complicações devido ao Covid-19

Até o momento, a comunidade científica atribui a maior letalidade do vírus ao grupo com mais de 60 anos – uma vez que eles têm mais comorbidades, ou seja, doenças associadas, como cardiopatias, problemas respiratórios crônicos, diabetes, entre outras.

Outra hipótese complementar é que essa parcela da população possui uma menor imunidade devido ao envelhecimento – um fenômeno chamado de imunossenescência.

Coronavírus: cuidados para idosos

Como os idosos estão no grupo de risco para complicações devido ao Covid-19, eles devem seguir à risca as medidas preventivas indicadas pelos órgãos públicos. Entre elas estão:

  • Cobrir boca e nariz com o braço e o cotovelo ao tossir ou espirrar
  • Evitar utilizar lenços de tecido (apenas lenços descartáveis) para higiene nasal
  • Evitar tocar olhos, nariz e boca com as mãos sem antes higienizá-las
  • Evitar aglomerações
  • Evitar cumprimentos com beijos, abraços e apertos de mãos
  • Evitar deslocamento e viagens desnecessárias
  • Evitar compartilhar itens de uso pessoal (como talheres, copos, batons, pratos e outros)
  • Evitar atividades em conjunto, como aulas de dança, exercícios em grupo, reuniões, missas, etc.

Idosos com comorbidades

Se o idoso contrair a Covid-19, é importante que ele seja monitorado de perto e que siga as recomendações médicas de tratamento, a fim de estabilizar a doença e evitar complicações. Se o paciente tiver doenças cardíacas, ele deve se atentar às comorbidades e mantê-las estabilizadas.

Além disso, é importante que o idoso esteja com a carteira de vacinação em dia, principalmente contra infecções respiratórias – incluindo a vacina anual contra influenza (gripe) e contra pneumococo, que evita a pneumonia e outras infecções por essa bactéria.

Como a família pode ajudar

As famílias também devem prestar atenção aos cuidados especiais para evitar a transmissão do vírus aos idosos. Outras dicas para os familiares e pessoas que têm contato próximo com essas pessoas:

  • Mantenha uma alimentação saudável e balanceada
  • Beba água e mantenha-se hidratado
  • Apoie a adesão ao tratamento, caso haja doenças associadas nessas pessoas.

Caso haja uma pessoa infectada pelo coronavírus na casa ou apresente sintomas de uma infecção respiratória, é importante que ela evite o contato direto com o idoso e que seja mantida em ambiente separado. Também deve evitar o compartilhamento de objetos e deve utilizar uma máscara protetora.

​Fale Conosco

Dúvidas, Cotações e Atendimento ao cliente

(21) 3435-3424 - 09h às 18h
(21) 99472-3020 - Central 24 horas